Petisco

Quadrinhos para Saborear como Petisco

A ideia do Petisco surgiu numa viagem de retorno do Rio de Janeiro pra São Paulo. Ou talvez tenha sido na ida, agora não lembro mais. O nome certamente foi no retorno. Tínhamos ido Esteves, Will e eu, Cadu Simões, para a Rio Comicon, de carro, e um dia antes da viagem de volta, tínhamos comido num rodízio de Petisco em Copacabana.

Quando começamos a pensar em qual seria o nome para o nosso coletivo de quadrinhos, Petisco veio quase que naturalmente, pois combinava com toda a proposta que tínhamos. A ideia é ter diversas séries em quadrinhos publicadas online e gratuitamente, com a periodicidade de uma página por semana, como acontecia com os quadrinhos que eram publicados nas páginas dominicais dos jornais. Mas cada uma das séries do Petisco é atualizada num dia da semana diferente. Então juntando todas as séries, temos atualizações diárias de quadrinhos por aqui.

Assim, vocês leitores poderão saborear várias séries diferentes, em pequenas porções semanais, como se fossem Petiscos. Além disso, também temos o Porção Extra, que é um blog do Petisco no qual são publicadas histórias em quadrinhos curtas dos autores do Petisco, mas que não possuem ligação com as séries.

No momento fazem parte do Petisco as séries Nova Hélade (com roteiros meus), Nanquim Descartável (com roteiros do Esteves), Demetrius Dante (do Will com colaboração de outros autores, inclusive eu) e Terapia (do Mario Cau em colaboração com a Marina e o Rob).

O Petisco usa como modelo outros coletivos de webcomics já consagrados na Internet como o ACT-I-VATEe o Transmission X. A ideia é explorar no Petisco tudo o que a Internet pode oferecer para os quadrinhos. Iremos aplicar no Petisco modelos de negócios de vanguarda para as webcomics, e que não se restringem só a Internet, mas também utilizam-se dos quadrinhos impressos (em geral, publicados por demanda) e dos diversos dispositivos móveis como celulares, videogames portáteis, e a nova moda do momento, as tablets.

Vamos aplicar no Petisco o modelo dos 1000 Fãs Verdadeiros de Kevin Kelly, formando assim uma base de leitores que permita num primeiro momento que o coletivo se auto-sustente, e num segundo momento, que sustente aos autores que fazem parte dele.

Iremos também praticar no Petisco o Copyfight. Todas as HQs publicadas no Petisco estarão sob a licença Creative Commons. Algumas com maiores restrições, algumas com mais liberdades, mas todas lhe permitirão que você as copie, distribua e transmita, com a exigência básica que você dê os devidos créditos aos autores e link o site de onde você copiou a HQ.

Você não precisará fazer scan dos quadrinhos do Petisco, pois nós mesmo já o faremos por você e o distribuiremos em pdf, cbr, ou qualquer outro formato que você quiser. “Piratas” são bem vindos por aqui, pois como disse Cory Doctorow; “O problema dos autores não é a pirataria, mas a obscuridade”. Ou ainda como o Neil Gaiman disse; “O inimigo não é a ideia de que as pessoas estão lendo livros de graça na Internet. O inimigo é as pessoas não lerem”. E é nesse espírito da cultura livre e do compartilhamento que irá funcionar o Petisco. Nossos leitores não serão tratados como criminosos, mas como os cidadãos de bem que de fato são.

Por enquanto o Petisco está funcionando em estágio Beta. Nem todos os blogs das séries estão no ar, e os que já estão, ainda não estão sendo atualizados periodicamente. Mas muito em breve estaremos com tudo funcionando direitinho.

Então, escolha seu petisco, e aproveite a refeição. =)

One thought on “Quadrinhos para Saborear como Petisco

  1. Pingback: Publique a sua webcomic no Petisco | Petisco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *