No último dia 6 de março Will Eisner teria completado um século de vida…

Eisner, falecido em 2005, foi um dos maiores autores de HQs da História. Sua vida foi sempre recheada de uma produção intensa. Criou personagens icônicos, tocou corações com seu emocional sincero, mostrou o ser humano transitar das ruas e vielas de Nova York ao espaço sideral e revolucionou a forma como se compõe páginas e também o mercado de quadrinhos adultos como um todo ao firmar o termo Graphic Novel para definir uma nova forma de pensar e fazer Quadrinhos.

Nós, autores de Terapia, amamos a obra de Eisner. Podemos dizer, sem dúvidas, que seu trabalho nos influenciou muito em tudo que produzimos. E hoje vamos relembrar uma página de Terapia que presta homenagem ao mestre.

No capítulo 7 fizemos um flashback sobre o Terapeuta e os pais do Garoto, e para isso, cada página do capítulo é composta e ilustrada seguindo um estilo ou autor importante da História das HQs (releia o Capítulo 7 aqui). E, na página 81, o homenageado foi justamente Will Eisner.

Como ilustrador, posso dizer que foi um deleite emular o traço e a composição do Eisner, que é um dos meus grandes guias visuais. Foi uma experiência muito importante e me fez perceber mais do que nunca o poder do seu legado. Abaixo, veja a página em quentão sem os balões e numa resolução maior para você curtir os detalhes. Ah! Perceba que coloquei até o título da nossa HQ como parte do cenário, coisa que ele fazia sempre no Spirit… ;)

(Arte de Mario Cau)

O podcast Confins do Universo, do UniversoHQ, fez um programa sobre Eisner. Clique aqui e corra ouvir para conhecer mais sobre ele. E uma galeria especialíssima do Omelete com artistas brasileiros prestando homenagem a ele.