É formada em Gastronomia, mais por hobby que por profissão, faz terapia há alguns anos e gostou tanto que acabou virando estudante de Psicologia. Se formará em breve.

Desde pequena adora ler e escrever – diz a lenda que aprendeu a ler sozinha e o primeiro livro foi um de receitas.  Nas horas vagas costuma rabiscar alguns textos que acabam escondidos no fundo da gaveta, ou perdidos em alguma pasta no computador. Acredita que, talvez, “cozinhar” para o Petisco palavras sobre terapia não seja mera coincidência.

 

@yellowsubmarina