Cada vez mais que vou caminhando por esse universo das Histórias em Quadrinhos no Brasil vou me surpreendendo com a diversidade que há. Tem pra todos os gostos, desde os mais celebrados até aqueles que estão longe dos holofotes mas que tem uma produção e criatividade igualmente interessantes. Não deixo de me surpreender também toda vez que fico sabendo ou recebo um desenho dos meus personagens por outros autores. Aí penso que admirável mundo novo é esse onde as coisas se espalham por aí e quanto um personagem ou página de quadrinhos “viaja”.

Uma dessas surpresas foi quando recebi um Sideralman desenhado pelo Lancelott, o estilo do cara deu um outro “ar” ao Paladino de Nova Luz, nem parecia que ele tinha sido criado para trilhar uma veia cômica. Outro dia, outra surpresa, do mesmo Lancelott, desta vez o Demetrius Dante assumiu um tom mas verossímil no traço deste quadrinista do Piauí.

Conversa vai e conversa vem percebo que o Lance tem um personagem que era perfeito para figurar num dos “encontros” do Detetive do Absurdo. E não podia ser melhor, Exú é uma entidade, um Orixá que caminha na Terra fazendo a ponte entre humanos e deuses, viajando entre o tempo e o espaço, um guardador de caminhos. Quando li isso não tive dúvidas, esse era um encontro  ideal para o DD.

O trabalho que o Lancelott faz de resgate, homenagem e divulgação de personagens brasileiros, com seu HQ Quadrinhos, merece ser conhecido e apreciado.