Caros leitores, chegamos ao início de mais uma etapa na jornada de nossos personagens! Começa hoje o Capítulo 9.

A arte desse início de Capítulo foi inspirada pelo trabalho de grandes artistas. Nem sempre a referência é clara e óbvia, mas ela está lá, trabalhando na coxia do palco, junto com o diretor.

Desde que foi definido o cenário e o tom desse começo, já pensei imediatamente em Pascal Campion, mas como o Rob bem apontou, a arte dele é feliz e colorida demais, e esse começo tinha que ter um tom mais decadente. Continuando com as referências, busquei inspiração nos trabalhos do meu parceiro Caio Yo, e de outros artistas que costumam trabalhar com formas e texturas e sem contorno, como o Daniel Bueno e a Ana Terra. Além disso, difícil não citar o brilhante trabalho do Magno Costa com “A Vida de Jonas”, que tem fantoches no estilo Muppets.

E aí, o que acharam? :)